O que realmente provoca Dermatite Seborreica?

Faça esta pergunta ao seu médico e provavelmente vai ouvir algo como “Ninguém realmente sabe.”, ou “A causa exata ainda é desconhecida.” O médico então vai, como sempre, prescrever-lhe um esteróide tópico caro – que, na melhor das hipóteses, pode mascarar temporariamente os sintomas; na pior das hipóteses, pode causar efeitos colaterais terríveis.

Pesquisas recentes apontam para um tipo comum de levedura (Malassezia globosa) como a culpada.

Na realidade, todos nós abriga esta levedura especial no couro cabeludo e na pele, mas nem todos temos Dermatite Seborreica, não é mesmo? Sem dúvida, essa levedura está ligada à Dermatite Seborreica, mas será esta a real causa? Eu não penso assim. Minha teoria é que a levedura Malassezia é simplesmente um dos muitos “gatilhos” que fazem com que o corpo de algumas pessoas exagere na inflamação. Essa inflamação apresenta-se como Dermatite Seborreica.

Inflamação crônica

Os cientistas estão descobrindo agora que quase todas as doenças crônicas (como, por exemplo, artrite, diabetes, doenças do coração etc) estão diretamente ligadas à inflamação. E a Dermatite Seborreica não é exceção. A inflamação é uma resposta normal do corpo a ferimentos, alergênicos, infecções etc. É parte do processo de cura. Mas, às vezes, esse mecanismo de cura não sabe quando desligar-se. O resultado é a inflamação crônica. Portanto, em outras palavras … o seu corpo está tentando curar a si mesmo, mas cria um novo problema (Dermatite Seborreica) no processo.

Mas, mesmo a inflamação crônica não é a causa-raiz da Dermatite Seborreica. Ela é apenas responsável pelos sintomas (vermelhidão, escamas, cristais, coceira etc). Para descobrir a causa-raiz temos que descobrir, em primeiro lugar, porque se desenvolveu esta inflamação. E, por fim, tudo isso acaba nos remetendo à dieta …

Dieta Inflamatória

Alguns nutrientes são pró-inflamatórios e alguns são anti-inflamatórios. O corpo precisa de ambos para funcionar corretamente. Até recentemente, as pessoas comiam uma dieta relativamente equilibrada. Porém, atualmente a dieta típica é extremamente desequilibrada, contendo pelo menos 30 vezes mais nutrientes pró-inflamatórios do que há apenas um século atrás.

Há também deficiências de vitaminas e minerais, intolerâncias alimentares, crescimento de levedura, estresse, obesidade e desequilíbrios hormonais para enfrentar. Como resultado, a maioria das pessoas tornou-se “preparada” para reações inflamatórias severas e fora de controle.

A boa notícia é que, com mudanças apropriadas na dieta e no estilo de vida, podemos desligar esta inflamação descontrolada. Na realidade, a situação é um pouco mais complicada do que isso, mas por enquanto essa é a idéia geral. Este relatório especial aborda um programa básico de 3 passos para rápida e efetivamente curar a Dermatite Seborreica para sempre.

Passo 1: aliviar os sintomas da Dermatite Seborreica rapidamente

Eu imagino que a primeira coisa que queira fazer seja aliviar os sintomas o mais rápido possível. Para isso, precisamos, em primeiro lugar, neutralizar ou eliminar os “gatilhos” que causam os surtos de Dermatite Seborreica, bem como aliviar a inflamação e outros sintomas.

Mudanças simples

Uma mudança fácil que pode fazer é instalar um filtro de cloro chuveiro Terapêutico , ou melhor ainda, na casa inteira. O cloro é um produto químico agressivo que agrava a Dermatite Seborreica por ressecar a pele. A instalação de filtro de descalcificação da água pode ajudar muito se a água da torneira é extraordinariamente dura (a dureza da água é a propriedade relacionada com a concentração de íons de determinados minerais dissolvidos nela, tais como cálcio e magnésio).

Chuveiro Terapêutico – cuide da sua pele e cabelo

Outra opção mais barata (ainda que não tão conveniente) é usar água destilada para lavar/enxaguar o cabelo e o rosto.

Evite tradicionais shampoos anti-caspa, especificamente qualquer coisa com alcatrão de carvão nos ingredientes. O alcatrão de carvão é um carcinógeno (que causa câncer) humano conhecido. Estes shampoos podem proporcionar um alívio temporário, mas os perigos e efeitos colaterais simplesmente não valem a pena – especialmente quando há tantos produtos naturais para escolher .

Faça uma mudança completa nos seus sabões e shampoos, optando pelas versões naturais – livre de produtos químicos agressivos encontrados na maioria dos produtos de cuidados da pele. Tente evitar qualquer coisa que você não possa pronunciar – e, especialmente, lauril sulfato de sódio, laureth sulfato de sódio, propilenoglicol, PEG (polietileno glicol), DEA e TEA (“aminas”, compostos a partir da amônia), parabenos e fragrâncias. Estes produtos químicos apenas irritam o couro cabeludo e a pele ainda mais. Mude para sabões naturais/orgânicos: o meu favorito é shampoo de Enxofre e lavanda . Para shampoo e condicionador recomendo – as únicas marcas que eu encontrei que são verdadeiramente naturais e livres de químicos.

Champô de Enxofre e Lavanda Mon Deconatur

Certifique-se de lavar o cabelo corretamente. Use a ponta dos dedos e unhas para realmente massagear o shampoo profundamente no seu couro cabeludo. Que precisa soltar as escamas e flocos de modo que eles sejam lavados. Certifique-se de deixar o shampoo agir por pelo menos 5 minutos antes de enxaguar. E quando lavar, enxague muito bem! Não se preocupe com a perda de cabelo durante a lavagem. Seja qual for a quantidade de cabelo que cair, essa teria caído de qualquer maneira. É muito mais importante para a saúde do seu cabelo livrar-se das placas já formadas. Evite arranhar o couro cabeludo, principalmente se já estiver vermelho e inflamado. Uma massagem leve, mas completa é tudo o que precisa.

Produtos naturais

Os tratamentos tradicionais para Dermatite Seborreica consistem principalmente em shampoos anticaspa agressivos e esteróides tópicos perigosos. O problema com estes tratamentos convencionais é que eles são geralmente ineficazes, oferecem riscos para a saúde, tratam somente sintomas, têm efeitos colaterais graves e os resultados não duram.

Uma solução ligeiramente melhor seriam um dos tratamentos caseiros naturais que parecem mostrar resultado … como o vinagre de maçã, mel orgânico e óleo de coco extra virgem. O problema com esses Tratamentos caseiros simples é que eles são apenas pouco eficazes, e os resultados raramente duram. Mas, mesmo assim, eles ainda podem ser úteis para algumas pessoas.

Óleos Essenciais

Na minha experiência, a melhor maneira de obter alívio rápido e duradouro no caso da Dermatite Seborreica é com o uso de certos óleos essenciais. Pode ter lido que o óleo da Tea Tree (Melaleuca alternifolia) é eficaz contra a Dermatite Seborreica. Bem, isso é verdade, o óleo de Tea Tree funciona muito bem. Mas se parar por aí, estará perdendo toda uma gama de diferentes tipos de óleos que podem aumentar muito os efeitos.

Por exemplo, óleo de Neem, óleo de Cedro, óleo de Patchouli, óleo de Lavanda, óleo de Alecrim, óleo de Orégano, óleo de Hortelã-pimenta, óleo de Eucalipto: todos têm propriedades que podem aliviar rapidamente os sintomas da Dermatite Seborreica comprovadamente. Na verdade, o óleo de Orégano é um dos antifúngicos (que eliminam leveduras) mais poderosos disponíveis – e é totalmente natural, sem efeitos colaterais.

Pode criar sua própria mistura em casa, através da mistura de óleos essenciais diluídos em um óleo base, como o de coco , de jojoba de Argão e Borragem Eu recomendo manter a relação em torno de 1:9 (óleo essencial: óleo diluente). Nunca se deve aplicar óleos essenciais não diluídos diretamente na pele, pois eles são muito potentes e podem causar irritação.

Poderá encontrar na nossa página online – http://www.benature.pt

Passo 2: Melhore a sua dieta, considerando sua Dermatite Seborreica

A coisa mais eficaz que você pode fazer para se livrar de Dermatite Seborreica para sempre é melhorar a sua dieta.

Não é apenas uma questão de comer os alimentos certos, também tem que cortar os alimentos errados. E esta é uma excelente oportunidade para saber que você tem uma intolerância alimentar que está contribuindo para a sua Dermatite Seborreica. Por alguma razão, alergias e intolerâncias presentes em nosso aparelho digestivo sempre aparecem na pele em primeiro lugar. É quase impossível detectar um grau de intolerância alimentar baixo com testes de laboratório. A única certeza que vai ter de uma vez por todas será quando eliminar os alimentos suspeitos de sua dieta e ver se a sua condição melhora. Então, esse é o nosso próximo passo …

Passo 2: Melhore a sua dieta, considerando sua Dermatite Seborreica

A coisa mais eficaz que você pode fazer para se livrar de Dermatite Seborreica para sempre é melhorar a sua dieta.

Não é apenas uma questão de comer os alimentos certos, você também tem que cortar os alimentos errados. E esta é uma excelente oportunidade para saber que você tem uma intolerância alimentar que está contribuindo para a sua Dermatite Seborreica. Por alguma razão, alergias e intolerâncias presentes em nosso aparelho digestivo sempre aparecem na pele em primeiro lugar. É quase impossível detectar um grau de intolerância alimentar baixo com testes de laboratório. A única certeza que você vai ter de uma vez por todas será quando eliminar os alimentos suspeitos de sua dieta e ver se a sua condição melhora. Então, esse é o nosso próximo passo …

Intolerâncias alimentares

Estima-se que mais de 90% das pessoas têm algum tipo de alergia ou intolerância alimentar. E algumas pessoas realmente se tornam dependentes de alimentos que lhes causam problemas. Uma pista para uma possível intolerância é um alimento que você adora e come quase todos os dias.
Os alimentos mais comuns que geram problemas são:
• Laticínios (leite, queijo, nata, manteiga, iogurte algumas vezes)
• Glúten (trigo, centeio, cevada, espelta)
• Milho
• Ovos
• Soja
• Açúcar refinado
• Levedo
• Frutos do mar
• Amendoins
• Nozes
• Frutas cítricas (laranjas, limões, limas, toranja)
• Solanáceas (tomate, pimentão, batata, berinjela, tabaco)
• Chocolate
• Cafeína
• Glutamáto Monossódico, aspartame e outros aditivos alimentares

Os principais alimentos a que se deve prestar atenção no caso de Dermatite Seborreica são o trigo (glúten) e os laticíneos. Tente eliminar esses dois alimentos de sua dieta por 3 a 4 semanas. Se você também pode eliminar temporariamente a maioria (ou todos) os alimentos da lista … é ainda melhor. E tente eliminar todos os alimentos que deseje muito ou coma quase todos os dias.

Quando seus sintomas melhorarem (por pelo menos 4 dias seguidos), os alimentos serão adicionados de volta, um de cada vez, para determinar quais os que estão causando-lhe problemas. Se os sintomas não melhorarem dentro de 4 semanas, é possível que uma dieta mais rigorosa de eliminação seja necessária.

Para adicionar um alimento de volta, consuma uma porção 3 vezes ao dia durante 3 dias seguidos. Se os sintomas não retornarem no prazo de 4 dias, passe para a próxima comida. Se os sintomas voltarem, saberá o que está causando a Dermatite Seborréica e deverá eliminar esse alimento para sempre. Continue adicionando os alimentos restantes de volta depois que seus sintomas melhorarem – pois pode ter mais de uma sensibilidade alimentar. Manter um relatório por escrito da dieta e dos sintomas irá ajudá-la a identificar os alimentos problemáticos em sua dieta.

Alimentos inflamatórios

Também precisa eliminar os alimentos que promovem a inflamação. Basta cortar a junk food (batatas fritas, assados, refrigerantes, fast food, frituras etc.); isto irá abranger cerca de 90% dos alimentos inflamatórios.

Deverá limitar ou evitar os seguintes alimentos causadores de problemas:
• Açúcares refinados (açúcar, sacarose, xarope de milho, dextrose, glicose, refrigerante, doces)
• Óleos de cozinha convencionais (óleo de milho, óleo de girassol, óleo de cártamo, óleo de soja, óleo de amendoim)
• Hidrogenados ou óleos parcialmente hidrogenados (margarina, gordura vegetal, produtos de panificação, alimentos fritos)
• Grãos refinados (farinha, arroz branco, pão, massas, biscoitos, muffins, bagels, doces)
• Glúten (trigo, centeio, cevada, espelta, farinha, macarrão, pão)
• Laticínios (leite, queijo, creme de leite, manteiga)
• Alimentos processados ​​(qualquer alimento drasticamente alterado a partir de seu estado natural: frango frito, batatas fritas, biscoitos, batatas fritas)
• Cafeína (café, chá, refrigerantes, bebidas energéticas)

O que comer

Agora que sabe quais alimentos evitar, vamos começar com o que deverá comer. Não é surpresa para ninguém que a melhor dieta é aquela que se baseia em uma variedade de alimentos frescos e integrais – que consiste principalmente de frutas e legumes e também de nozes/sementes, feijão/legumes, especiarias/ervas, e, por vezes, peixe ou carnes magras.

É recomendado que coma estes alimentos em específico:
• Vegetais (orgânicos, se possível; quanto mais coloridos melhor; comer uma grande variedade, cozinhar levemente no vapor ou sauté)
• Saladas verdes (orgânicas de possível, são deliciosas em um smoothie: espinafre, couve, acelga, alface romana)
• Frutas (orgânicas, se possível; comer uma grande variedade; fazer smoothies ou comer ao natural; não fazer su)
• Nozes/Sementes (cruas, se possível; amêndoas, nozes, macadâmia, pistache, castanha do Pará, sementes de abóbora, sementes de gergelim; estar atento ao potencial alergênico)
• Semente de linhaça ou semente de chia (orgânicas, se possível; moer as sementes de linhaça; mergulhar as sementes de chia em água; não utilizar calor para prepará-las; excelentes fontes de ácidos graxos ômega-3; recomenda-se 1 colher de sopa todos os dias)
• especiarias/ervas (manjericão, orégano, alho, açafrão, tomilho, coentro)
• água (filtrada alcalina ; beber pelo menos cerca de dois litros por dia)

Alimentos opcionais que deverão ser consumidos com moderação:

• Feijões/leguminosas (feijão preto, feijão branco, grão-de-bico, lentilhas)
• Grãos integrais sem glúten (quinoa, amaranto, milho, trigo sarraceno, arroz integral)
• Peixe de água fria (salmão selvagem, salmão do Alasca, truta, cavala, arenque; estar atento ao potencial alergênico)
• Carnes magras (orgânicas, se possível; bois alimentados com capim ou ao ar livre; bois que não foram alimentados com milho; tratar a carne como um prato secundário)
• Ovos (orgânicos de granja, se possível; de galinhas que não foram alimentadas com milho; estar atento ao potencial alergênico)
• Iogurte/kefir (orgânicos, se possível; sem açúcar; de culturas ativas e vivas; estar atento ao potencial alergênico)
• Óleo de coco (orgânico e não refinado, se possível; use-o no lugar de manteiga/margarina/óleo vegetal; é um excelente óleo de cozinha; mata as bactérias ruins e leveduras)
• Azeite de oliva ou óleo de macadâmia (orgânicos e extra virgem, se possível; ótimos para saladas ou legumes salteados; bons óleo de cozinha)
• Sal Natural (sal marinho integral, sal marinho cinza do mar céltico, flor de sal, sal do Himalaia; não utilize sal de mesa comum; mantenha uma mínima ingestão de sal)

Passo 3: Suplementos para acelerar a recuperação da Dermatite Seborreica

Coma uma dieta repleta de alimentos integrais naturais para melhorar sua saúde (e a Dermatite Seborreica) drasticamente. Mas, para trata-se totalmente, de forma rápida e eficaz, eu recomendo alguns suplementos para acelerar o processo. E quanto mais rigidamente seguir as orientações da dieta, menor a probabilidade de precisar de suplementação.

Recomenda-se tomar os seguintes suplementos:

Probióticos
Também conhecidos como “bactérias boas”, os probióticos são essenciais para a nossa saúde. Eles executam funções complexas no corpo humano e têm um impacto direto sobre os nossos sistemas digestivo e imunológico. Sem uma comunidade saudável de probióticos em seu aparelho digestivo, os organismos se tornam mais suscetíveis a intolerâncias alimentares e inflamação – duas grandes causas de Dermatite Seborreica.

E, mais uma vez, a dieta típica é a culpa. Bactérias ruíns e leveduras prosperam em açúcar refinado e junk food, enquanto bactérias boas prosperam em fibras e vegetais. Quando alimentamos as bactérias ruins com o que elas querem (açúcar), elas rapidamente se multiplicam e tomam lugar das boas bactérias. Antibióticos só agravam o problema. Quando toma um antibiótico, pode acabar com a maioria da micro-flora de seu aparelho digestivo. Boas bactérias se recuperam mais lentamente do que as ruins, especialmente em uma dieta típica; por isso, é quase impossível recuperar novamente o equilíbrio saudável.

Através de uma dieta com alimentos saudáveis e integrais (sem carboidratos refinados e açúcar) e da ingestão de suplementos probióticos todos os dias, poderá reverter os danos e recuperar um equilíbrio saudável na micro-flora de seu corpo. Pesquisas mostraram que suplementos probióticos podem diminuir significativamente as respostas alérgicas a alimentos, bem como ajudar a controlar a inflamação.

Tente conseguir pelo menos 20 bilhões (unidades formadoras de colónias) do UFC (Unidades Formadoras de Colônias) por dia. Pode conseguir isso ao consumir qualquer combinação de iogurte, kefir, alimentos probióticos (kimchi, chucrute, rejuvelac) e suplementos probióticos.

Ácidos graxos ômega-3
Esses ácidos graxos anti-inflamatórios costumavam ser um alimento básico em nossa dieta. Mas, com o surgimento dos alimentos industrializados, fast food e junk food, nós praticamente não nos alimentamos com ômega-3 nos dias de hoje. A proporção ideal de ácidos graxos ômega-6 (pro-inflamatório) e de gorduras ômega-3 (anti-inflamatório) está no intervalo de 1:1 a 2:1. A dieta típica americana proporciona uma proporção de cerca de 20:1 a 30:1! Não é atoa que temos tantas doenças inflamatórias crônicas como artrite, doenças cardíacas e asma acontecendo com tanta frequência nos dias de hoje.

Alimentar-se de uma dieta rica em gorduras ômega-3 e pobre em gorduras ômega-6 é a melhor maneira de reverter os danos e retornar nossos corpos a um estado de equilíbrio. As recomendações da dieta acima proporcionam exatamente isso. Mas, ao tomar um suplemento de ômega-3 todos os dias você estará ajudando a acelerar a sua recuperação ainda mais rapidamente.

É recomendável ingerir 1 colher de sopa de sementes de linhaça frescas e moídas ou de sementes inteiras de chia em sua dieta, todos os dias; 1 a 2 colheres de chá de óleo de semente de linhaça fresco seria benéfico também. A semente de linhaça é naturalmente rica em ácido graxo ômega-3 (ALA – ácido α-linolénico), que é o bloco de construção das formas mais complexas de ômega-3 (EPA – ácido ecosapentaenóico e DHA – ácido docosahexaenoico) – ácidos graxos poli-insaturados, da família do ômega 3. Geralmente, é possível encontrá-los em lojas locais de produtos naturais na seção refrigerada.

O óleo de peixe fornece as formas mais complexas de ácidos graxos ômega-3 (EPA e DHA), sem o seu corpo precisar fabricá-los. Mas, o problema com o óleo de peixe é que este é difícil de se manter fresco e fica rançoso com bastante facilidade. Além disso, também temos que nos preocupar com o mercúrio e outras toxinas cancerígenas que contaminam o óleo de peixe.

Enzimas
O seu corpo produz naturalmente enzimas para auxiliarem a digestão dos alimentos. Diferentes enzimas ajudam a quebrar diferentes macro-nutrientes (ou seja: carboidratos, gorduras, proteínas). Mas, às vezes, a produção de enzimas do seu corpo pode não ser suficiente para digerir completamente o alimento que você come… especialmente se você está comendo os alimentos errados. Esta má digestão pode resultar em dor, cólicas, gases excessivos, intolerâncias alimentares e inflamação.

Para melhorar a digestão e ajudar a prevenir as intolerâncias alimentares e a inflamação, um suplemento de enzimas digestivas pode ser necessário. Eles são particularmente úteis para refeições contendo alimentos difíceis de digerir, como carne, ovos, laticínios, grãos (trigo/glúten), feijões etc. Então, se está tendo dificuldades de eliminar os alimentos problemáticos da sua dieta, ou se você come regularmente refeições grandes e complexas, com alimentos difíceis de digerir, um suplemento à base de enzima poderia ser o elo que faltava na sua cura da Dermatite Seborreica.

Uma opção um pouco melhor com relação ao óleo de peixe seria óleo de krill. Krill são pequenas criaturas do mar que se alimentam do fitoplâncton marinho. Devido ao fato de eles estarem em um nível tão baixo na cadeia alimentar, eles não recolhem a mesma quantidade de mercúrio e outras toxinas como fazem os peixes. E o perfil de óleo ômega-3 do krill é considerado melhor do que o óleo de peixe. Mas você ainda terá que lidar com a questão do ranço.

Polivitaminas
Se você comer direito e obter um pouco de sol todos os dias, você não deve precisar tomar nenhum multivitamínico. Tente comer muitas frutas, legumes e verduras tanto o quanto possível – e obter de 10 a 15 minutos de exposição ao sol pleno (melhor fonte de vitamina D) todos os dias. Uma ótima maneira se alimentar com frutas e verduras é fazendo um “smoothie verde”. Basicamente coloque partes iguais de frutas (maçãs, bananas, mangas, frutas-roxas etc) e verduras (espinafre, couve, acelga, couve-manteiga etc), adicione um pouco de água e/ou gelo, misture bem, e voilà… você terá um delicioso smoothie repleto de praticamente todas as vitaminas e minerais que o homem conhece. Você também terá “toneladas” de fibra vegetal saudável, aminoácidos, fito-químicos, e muito mais.

Se por qualquer motivo você não pode comer bastante frutas, legumes e verduras, você deve considerar tomar um multivitamínico diariamente. Definitivamente não é o mesmo que ingerir vitaminas e minerais de forma natural (através do alimento), mas esperamos cuidar de eventuais deficiências de nutrientes que possam estar contribuindo para a sua Dermatite Seborreica.

Visão geral de como tratar sua Dermatite Seborreica

– Instale um filtro de cloro; ( eu recomendo Chuveiro Terapêutico )
– Evite shampoos anti-caspa;
– Mude todos os seus sabões para as versões naturais (eu recomendo Shampoo de enxofre e Lavanda );
– Mude todos os seus shampoos e condicionadores para as versões naturais (eu recomendo 100% Pure ou Mondeconatur);
– Use o shampoo corretamente (massageie suavemente com os dedos e deixe descansar por 5 minutos);
– Vinagre de maçã, mel orgânico, ou óleo de coco virgem não refinado aplicados topicamente podem ser úteis;
– Os óleos essenciais são a melhor opção para o alívio imediato (eu recomendo Gel Aloe Therapy organic e vegan );
– Os alimentos que podem, eventualmente, causar intolerâncias/alergias:
• Laticínios (intolerância mais comum)
• Trigo (intolerância comum)
• Milho
• Ovos
• Soja
• Açúcar refinado
• Levedura
• Frutos do Mar
• Amendoim
• Frutos de cascarija
• Frutas cítricas
• Solanáceas
• Chocolate
• Cafeína, Glutamato Monossódico, aspartame e outros aditivos alimentares

– Realize um teste de dieta de eliminação para verificar a intolerância alimentar:
• Eliminar completamente laticínios e trigo de sua dieta por 3 a 4 semanas;
• Eliminar outros alimentos alergênicos listados acima, se possível;
• Eliminar qualquer alimento que você deseje muito ou coma quase todos os dias;
• Depois de 3 a 4 semanas, teste cada alimento reintroduzindo-o (um de cada vez) e verificando se os sintomas reaparecem;
• Se os sintomas não melhorarem, uma dieta de eliminação mais rigorosa pode ser necessária.

– Evite os seguintes alimentos inflamatórios:
• Açúcares refinados
• Óleos de cozinha convencionais
• Óleos hidrogenados ou parcialmente hidrogenados
• Grãos refinados
• Glúten
• Laticíneos
• Alimentos processados
• Cafeína

– Coma esses alimentos livremente:
• Legumes
• Verduras
• Frutas
• Nozes e sementes
• Semente de linhaça ou sementes de Chia
• Especiarias/ervas
• Água alcalina ( Eu recomendo a Jarra Alcalina)

– Coma esses alimentos opcionais com moderação:
• Feijão/leguminosas
• Grãos integrais sem glúten
• Peixes de água fria
• Carnes magras
• Ovos
• Iogurte/kefir
• Óleo de coco, azeite de oliva ou óleo de macadâmia
• Sal Natural
– Tomar um suplemento probiótico com pelo menos 20 bilhões de UFC todos os dias ;
– Tomar um suplemento de ômega-3 todos os dias ;
– Tomar um suplemento de enzimas digestivas todos os dias ;
– Tomar um multivitamínico natural a cada dia, se sua dieta não for suficiente.

Sobre Minhas Recomendações

Eu realmente espero que encontre alívio nos seus sintomas da Dermatite Seborreica e melhore a sua saúde em geral a partir dos produtos que eu recomendei. Todos os e-mails positivos e depoimentos de inspiração são o que realmente me motivam. Então, boa sorte e mantenha-me informado!

Confie em Benature.pt